sexta-feira, 27 de março de 2009

Minúncia sintética

Um pedaço de algum sentimento
Parado no meio de meu esôfago
Prostrado no meio da rua
Coloco para fora todas as suas ternuras
Pois você me deu de comer
Esse descaso indigesto
E no meu estômago ele não chega
É rejeitado pelo instinto, animal, preservativo

Jogado em largos pedaços
Tratado como areia no mar
Mexido pelas crianças que passam
Todo mundo pisa onde isso cai
Todo mundo cospe nos sentimentos espalhados
Todos, todos, tudo
Nada faz sentido quando não é fisico
Fisico não é válido para se ter sentimentos
Sentimentos podem parecer inexistentes
Ou podem desaparecer sem existir
Existência efêmera por uma noite
Que não vale menos que a falta

2 comentários:

Vis Compulsive 29 de março de 2009 17:11  

Fala Susu.. todos otimos, bons mesmo..
é dificil comentar estas coisas mais garanto,gostei mesmo! ^^

pessoal demais para se falar tanto haha

e é o Willyan viu

IN 30 de maio de 2009 01:01  

Gostei muito disso...
me faz entender algumas coisas.

  © Blogger templates ProBlogger Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP