sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Ponto de tensão

E neste relapso relato
E nesta dada data
Quando posso declamar o que quero
E levo o tempo pra passear
Quero apenas poder segurar sua mão
E ver teu semblante me sorrindo
Quero apenas ter seus olhos nos meus
E sentir sua respiração
Fica assim obsoleto todo esse sentido de razão
Fica assim passado esse excesso de prontidão
Fica aqui gravada tua presença
Onde nada apaga
Não existe mais destruição

1 comentários:

Dan Artimos 6 de novembro de 2009 09:39  

adorei... se vc ler só uma coluna ou outra o texto continua tendo sentido...

parabéns :)

estou vivendo essa tensão no momento... mesmo não querendo :P

  © Blogger templates ProBlogger Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP