sábado, 5 de dezembro de 2009

Transitório

Se seu pensamento perfura minha alma
Seu corpo pode então estancar meu sangramento
Uma estranha associação fluida de idéias
Uma ideia estranha sobretudo
Poderia servir então para fazer me palavra

Da sua boca fluir livremente para a mente
Do seu gesto dizer claramente
E ao seu lado repousar docemente

Como uma parte indistinta
Como um par indissolúvel
Como a criação do pensamento não abandona nunca
A idéia, que é trazida na palavra.

No meio de todo esse devaneio
Apenas fluidamente transitarei
De um lado ao outro do universo
Afim de encontrar o caminho certo

2 comentários:

Juliana. 5 de dezembro de 2009 21:10  

"Como um par indissolúvel"

Poesia intensa, acreditar no amor isso é algo que ainda estou tentando desvendar, mais lindo post..
Beijos

Marimprovavel 8 de dezembro de 2009 17:50  

"Como a criação do pensamento não abandona nunca
A idéia, que é trazida na palavra"
Mas às vezes a gente quer falar uma coisa e sai outra, não?

  © Blogger templates ProBlogger Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP