quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Refração

Não suporto teu olhar
Não resisto a tentação de virar o rosto
Mesmo com toda essa intensidade
Um farol apontado diretamente ao meu eu
Não suporto te olhar
Nem mesmo por um instante
É como acompanhar um movimento acelerado 
Dificulta-me o pensamento
Só penso no teu olhar
Esse olhar violento, faminto
Essa vontade que eu sinto
Apenas de rasgar o meu ego 
Pra entrar de vez em você
Que é o que sinto 
Bem lá no íntimo 
Quando me olha
Não suporto teu olhar.

5 comentários:

Rafa* 10 de fevereiro de 2011 23:55  

gostamos principalmente das coisas mais insuportáveis do mundo.

karma é diversão.

daniel 11 de fevereiro de 2011 00:03  

muitoo bonito...
não esperaria menos de você parabéns mais uma vez...

Marimprovavel 11 de fevereiro de 2011 00:15  

deixade ser fresco e suporta a intensidade porra.

Soneto Corpóreo 11 de fevereiro de 2011 00:17  

hahahaha adoro minha filha má

Ruiva & Branca 11 de fevereiro de 2011 15:12  

Amei Susu ... a ruiva má achou o máximo mesmo!!!

  © Blogger templates ProBlogger Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP