terça-feira, 26 de abril de 2016

Costura-se

No momento em que há retorno
No dia em que encontro o sorriso
Não, não posso negar que isso me acende
Mesmo que as partes do todo estejam esfaceladas

Traz aqui essa linha
A linha da tua mão que te liga a mim
Que com ela reconstruirei o que poderia ter ido
Mesmo nas partes sem sentido
No perder-se
Minha mão estava ali ao alcance
E pensando bem, não houve uma partida
Partido estávamos

Inteire-se
É disso que a vida se faz
Não somos bonecos
não somos tecidos para isso
Apenas deixamos essa rede imensa de sensações
Nos cerzir

Veja essa linha vermelha
Desenrola, é ela.

2 comentários:

Ana Marcia Denadai 4 de maio de 2016 08:24  

Incrível você!!!!! Parabéns

Ana Marcia Denadai 4 de maio de 2016 08:24  

Incrível você!!!!! Parabéns

  © Blogger templates ProBlogger Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP