sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Historico Atemporal

os sinais de uma vida
parecem mais semafóros sem sentido
um rumo que não deve ser tomado
me mostra caminho livre
embrenhado no amor
eu fico vermelho, rubro
coberto de sangue, transtornado
E as pessoas passam e deixam marcas
E parece que o tempo não passa
So quero que me coloque de novo
Nos ponteiros do relógio

1 comentários:

Raila 27 de março de 2009 16:38  

Eu quero sair dos ponteiros do relógio.

  © Blogger templates ProBlogger Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP